Espaços de trabalho compartilhados

Depois dos chamados “escritórios terceirizados”, em que salas prontas são alugadas com toda a infra-estrutura necessária para a empresa, os espaços de trabalho “compartilhados” também estão tornando-se cada vez mais uma opção prática e econômica para os profissionais liberais.

O motivo pode ser tanto pela falta de tempo como pela falta de espaço, mas a questão é que muitos profissionais estão deixando de lado suas “salas particulares” de atendimento para dividir espaços com outras pessoas da mesma área de atuação ou afins. A propósito, fazer parcerias com outros colegas que se destacam em outras especialidades que não a sua é um caminho que se for bem trabalhado poderá gerar clientes também pra sua atividade.

Um exemplo cada vez mais comum são as atividades relacionadas à área de saúde, nas quais vários profissionais de diferentes campos ou especialidades (exemplos: médicos, nutricionistas, psicólogos, esteticistas) fazem rodízio dos horários de atendimento, o que proporciona inúmeros benefícios, dentre os quais podemos destacar:

1) Divisão de custos;

2) Facilidade para ter mais de um local de trabalho;

3) Agilidade no atendimento.

Enfim, compartilhar consultórios revela-se uma ótima opção a fim de reduzir custos; ampliar as regiões (bairros) de atendimento, além de possibilitar, em alguns casos, a formação de uma equipe pluridisciplinar com profissionais de diversas áreas de atuação em um único local, o que é uma grande vantagem do ponto de vista dos clientes.